Súbita vontade de ler Coelho Neto

por soaressilva

“O Senhor Coelho Neto como literato-político, fez forfait (…) As cogitações polítcas, religiosas, sociais, morais, do seu século, ficaram-lhe inteiramente estranhas. Em tais anos, cujo máximo problema mental, problema que interessava todas as inteligências de quaisquer naturezas que fossem, era uma reforma social e moral, o Senhor Neto não se deteve jamais em examinar esta trágica angústia do seu tempo (…) Em um século de crítica social (…) o Senhor Coelho Neto ficou sendo unicamente um plástico, um contemplativo (…) O deputado ficou sendo o romancista que só se preocupa com o estilo, com o vocabulário, com a paisagem, mas que não fez do seu instrumento artístico um veículo de difusão das grandes idéias do seu tempo.” (Lima Barreto)

Anúncios